ANGELA CADA VEZ MELHOR

Minha foto
Belo Horizonte, Minas Gerais, Brazil
Sou psicóloga há 32 anos ,nas áreas de RH, Psicoterapia , Escolar e Regressão. Também sou professora . Sou questionadora... inquieta... um vulcão (às vezes adormecido)... sujeita a chuvas e trovoadas . Busco,incessantemente, continuar voando porém com os pés no chão..... O que mais amo fazer e faço com muito prazer é VIVER!!!!! Estou agora incrementando meus dons artísticos e criando muita coisa linda!!! Vendo tudo!!!!! Se quiser saber mais... é só perguntar!

terça-feira, 29 de julho de 2008

Pipoca ou piruá?

Assim acontece com a gente. As grandes transformações acontecem quando passamos pelo fogo. Que não passa pelo fogo, fica do mesmo jeito a vida inteira.
São pessoas de uma mesmice e uma dureza assombrosa. Só que elas não percebem e acham que seu jeito de ser é o melhor jeito de ser. Mas, de repente, vem o fogo. O fogo é quando a vida nos lança numa situação que nunca imaginamos: A dor.
Pode ser fogo de fora: Perder um amor, perder um filho, o pai, a mãe, perder o emprego ou ficar pobre.
Pode ser fogo de dentro: Pânico, medo, ansiedade, depressão ou sofrimento... Cujas causas ignoramos.
Há sempre o recurso do remédio: Apagar o fogo!
Sem fogo o sofrimento diminui. Com isso, a possibilidade da grande transformação também.
Imagino que a pobre pipoca, fechada dentro da panela, lá dentro cada vez mais quente... pensa que sua hora chegou: Vai morrer.
Dentro de sua casca dura, fechada em si mesma ela não pode imaginar um destino diferente para si. Não pode imaginar a transformação que esta sendo preparada para ela. A pipoca não imagina aquilo de que ela é capaz. Aí, sem aviso prévio, pelo poder do fogo a grande transformação acontece: BUM! E ela aparece como uma outra coisa completamente diferente, algo que ela mesma nunca havia sonhado.
Bom, mas ainda temos o piruá, que é o milho de pipoca que se recusa a estourar. São como aquelas pessoas que, por mais que o fogo esquente, se recusam a mudar.
Elas acham que não pode existir coisa mais maravilhosa do que o jeito delas serem.
A presunção e o medo são a dura casca do milho que não estoura.
No entanto, o destino delas é triste já que ficarão duras a vida inteira. Não vão se transformar na flor branca, macia e nutritiva. Não vão dar alegria para ninguém.
Extraído do livro "O amor que acende a lua" de Rubens Alves

segunda-feira, 28 de julho de 2008

Psicastenia ?

Psique - alma e Astenia - fraqueza.
Psicastenia - fraqueza da psique, deixando a pessoa vulnerável. Medo, ansiedade, insegurança, dúvidas, baixa auto-estima...
Imagine se todos esses problemas resolvem aparecer de uma vez. Se isso acontecer, em grau elevado, a pessoa pode estar sofrendo de um tipo de psicose chamado psicastenia.
Ela é caracterizada pela fraqueza intelectual, seguida de ansiedade, obsessões, idéias fixas, tiques, incertezas quanto às próprias decisões, períodos de emoção exacerbada e depressão.
As manifestações do problema variam de acordo com a estrutura da personalidade de cada pessoa, além da sua história de vida.
É na infância que a personalidade se forma e, em cada fase do período, assim como a estrutura física, a psique vai amadurecendo e sendo construída. É nesse período do desenvolvimento que o indivíduo passa a consolidar a confiança em si mesmo. Dessa forma, os sinais de manifestação da doença estão relacionados à parte falha de cada um, ou seja, o ponto fraco que ficou na formação da personalidade. As condições atuais da vida do paciente também irão influenciar.

Não há um perfil definido de pessoas mais propícias à psicastenia, o que influencia é o histórico individual. Por ter um diagnóstico difícil em função dos inúmeros sinais do problema, não há um estudo que indique o percentual da população mundial acometido por ele.

domingo, 27 de julho de 2008

Princípio do vácuo

Você tem o hábito de juntar objetos inúteis no momento, acreditando que um dia (não sabe quando) poderá precisar deles?
Você tem o hábito de juntar dinheiro só para não gastá-lo, pois no futuro poderá fazer falta?
Você tem o hábito de guardar roupas, sapatos, móveis, utensílios domésticos e outros tipos de equipamentos que já não usa há um bom tempo?
E dentro de você?
Você tem o hábito de guardar mágoas, ressentimentos, raivas e medos?
Não faça isso. É antiprosperidade.
É preciso criar um espaço, um vazio, para que as coisas novas cheguem em sua vida.
É preciso eliminar o que é inútil em você e na sua vida, para que a prosperidade venha.
É a força desse vazio que absorverá e atrairá tudo o que você almeja.
Enquanto você estiver material ou emocionalmente carregado de coisas velhas e inúteis, não haverá espaço aberto para novas oportunidades.
Os bens precisam circular. Limpe as gavetas, os guarda-roupas, o quartinho lá do fundo, a garagem.
Dê o que você não usa mais. Venda, troque, movimente e não acumule.
Dê espaço para o novo (sem consumismo )
A atitude de guardar um monte de coisas inúteis amarra sua vida.
Não são os objetos guardados que emperram sua vida,
mas o significado da atitude de guardar.
Quando se guarda, considera-se a possibilidade da falta, da carência.
É acreditar que amanhã poderá faltar, e você não terá meios de prover suas necessidades.
Com essa postura, você está enviando duas mensagens para o seu cérebro e para a vida:
- primeira, você não confia no amanhã .
- segunda, você acredita que o novo e o melhor não são para você, já que se contenta em guardar coisas velhas e inúteis.
O princípio de não acreditar que o melhor é para você, pode se manifestar, por exemplo, na conservação coisas inúteis. Esse princípio, expresso num objeto, denota um comportamento que pode também estar presente em outras áreas da sua vida, gerando entraves ao sucesso e à prosperidade.
O simples fato de dar para alguém o velho liquidificador, colocando o objeto em circulação, cria um vácuo para que algo melhor ocupe o espaço deixado.
Emocionalmente, também.
Você passa a acreditar que o novo compensará o objeto doado.
Olha, uma faxina básica, apesar da trabalheira e do cansaço que provoca, ao final é sempre bem-vinda.
Arejar espaços, fora e dentro da gente faz um bem enorme!
Vamos lá.... Mãos à obra !!
Desfaça-se do que perdeu a cor e o brilho e,
deixe entrar o novo em sua casa e dentro de você!

sábado, 26 de julho de 2008

Questionamentos...(1)

Ontem uma pessoa me perguntou qual poderia ser o motivo dela apesar de ser amada por tanta gente... ter tudo o que normalmente se precisaria materialmente e estar sempre com uma sensação de vazio... angústia...
É interessante como sempre buscamos respostas para nossas dúvidas, inquietudes, nos outros...
Disse a ela que o mundo inteiro poderia amá-la mas se ela não se amasse...
Quantas vezes ficamos bravos com alguém que nos trata mal, nos agride, humilha.... mas quantas vezes passamos por cima de nós mesmos como um trator... nos colocamos em situações tristes e constrangedoras... nos depreciamos ... e ainda queremos ser valorizados...
Não estaria na hora de começarmos a dar o exemplo?????
Beijocas

sexta-feira, 25 de julho de 2008

SONETO DO AMOR TOTAL

Amo-te tanto meu amor... não cante
O humano coração com mais verdade...
Amo-te como amigo e como amante
Numa sempre diversa realidade.
Amo-te enfim, de um calmo amor prestante
E te amo além, presente na saudade.
Amo-te, enfim, com grande liberdade
Dentro da eternidade e a cada instante.
Amo-te como um bicho, simplesmente
De um amor sem mistério e sem virtude
Com um desejo maciço e permanente.
E de te amar assim, muito e amiúde
É que um dia em teu corpo de repente
Hei de morrer de amar mais do que pude.

Vinícius de Morais

quinta-feira, 24 de julho de 2008

Sangrando...

Quando eu soltar a minha voz
Por favor entenda
Que palavra por palavra
Eis aqui uma pessoa se entregando
Coração na boca ...Peito aberto
Vou sangrando ...
São as lutas dessa nossa vida
Que eu estou cantando ...
Quando eu abrir minha garganta..
essa força tanta
Tudo que você ouvir esteja certa que estarei vivendo
Veja o brilho dos meus olhos e o tremor nas minhas mãos
E o meu corpo tão suado
Transbordando toda a raça e emoção

E se eu chorar e o sol molhar o meu sorriso
Não se espante, cante que o teu canto é a minha força pra cantar
Quando eu soltar a minha voz por favor, entenda
É apenas o meu jeito de viver
O que é amar

Gonzaguinha

domingo, 20 de julho de 2008

Investindo...

"Posso ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes,
mas não esqueço de que a minha vida é a maior empresa do mundo.
E que posso evitar que ela vá à falência.
Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver,
apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise.
Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas
e se tornar um autor da própria história.
É atravessar desertos fora de si,
mas ser capaz de encontrar um oásis no recôndito da alma.
É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida.
Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos.
É saber falar de si mesmo.
É ter coragem para ouvir um "não".
É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta.
Pedras no caminho?
Guardo todas, um dia vou construir um castelo... "

Poesia de Fernando Pessoa

quarta-feira, 16 de julho de 2008

Busque o bem...


Nasceste no lar que precisavas .
Vestiste o corpo físico que merecias.
Moras onde melhor Deus te proporcionou, de acordo com teu adiantamento.
Possuis os recursos financeiros coerentes com as tuas necessidades, nem mais, nem menos, mas o justo para as tuas lutas terrenas.
Teu ambiente de trabalho é o que elegeste espontaneamente para a tua realização.
Teus parentes, amigos são as almas que atraístes, com tua própria afinidade.
Portanto, teu destino está constantemente sobre teu controle.
Tu escolhes, recolhes, eleges, atrais, buscas, expulsas, modificas tudo aquilo que te rodeia a existência.
Teus pensamentos e vontades são a chave de teus atos e atitudes...
São as fontes de atração e repulsão na tua jornada vivência.
Não reclames nem te faças de vítima.
Antes de tudo, analisa e observa.
A mudança está em tuas mãos.
Reprograme tua meta, busque o bem e viverás melhor...
Chico Xavier

terça-feira, 15 de julho de 2008

Seja seu dono...

O colunista, Sydney Harris, acompanhava um amigo à banca de jornal.
O amigo cumprimentou o jornaleiro amavelmente, mas, como retorno, recebeu um tratamento rude e grosseiro.
Pegando o jornal que foi atirado em sua direção, o amigo de Sydney sorriu atenciosamente e desejou ao jornaleiro um bom final de semana.
Quando os dois amigos desciam pela rua, o colunista perguntou:
- Ele sempre lhe trata com tanta grosseria?
- Sim, infelizmente é sempre assim.
- E você é sempre tão amável com ele?
- Sim, sou.
- Por quê você é tão educado, já que ele é tão rude com você?
- Porque não quero que ele decida como eu devo agir. Nós somos nossos "próprios donos".Não devemos nos curvar diante de qualquer vento que sopra, nem estar à mercê do mal-humor, da mesquinharia, da impaciência e da raiva dos outros.
Não são os ambientes que nos transformam e sim nós que transformamos os ambientes.
"Os tristes acham que o vento geme. Os alegres e cheios de espírito afirmam que ele canta... "

O tempo...


"O tempo é muito lento para os que esperam,
muito rápido para os que têm medo,
muito longo para os que lamentam,
muito curto para os que festejam.
Mas, para os que amam, o tempo é eternidade".

Shakespeare

domingo, 13 de julho de 2008

Eu posso ser alguém...

'"Hoje levantei cedo pensando no que tenho a fazer antes que o relógio marque meia noite.
É minha função escolher que tipo de dia vou ter hoje.
Posso reclamar porque está chovendo ou agradecer às águas por lavarem a poluição...ficar triste por não ter dinheiro ou me sentir encorajado para administrar as minhas finanças, evitando o desperdício.
Posso reclamar sobre a minha saúde ou dar graças por estar vivo.
Posso me queixar dos meus pais por não terem me dado tudo o que eu queria ou posso ser grato por ter nascido, por ter que ir trabalhar ou agradecer por ter trabalho.
Posso sentir tédio com o trabalho doméstico ou agradecer a Deus...lamentar decepções com amigos ou me entusiasmar com a possibilidade de fazer novas amizades...
Se as coisas não saíram como planejei posso ficar feliz por ter hoje para recomeçar.
O dia está na minha frente esperando para ser o que eu quiser.
E aqui estou eu, o escultor que pode dar forma.
Tudo depende só de mim.
"Charles Chaplin

Procrastinar


Procrastinar é uma arte para poucos ...é muito mais do que ter preguiça de fazer as coisas ou ser disperso. Quando é esse o caso, a ameaça de passar noites em claro ou simplesmente não conseguir cumprir o prazo é suficiente pra fazer você levantar a bunda da cadeira e acabar logo o que precisa ser acabado.
O procrastinador profissional, no entanto, olha fundo nos olhos do prazo, cospe na cara dele e diz "pega eu". Ele tem a coragem, ou é apenas bastante imbecil, (ainda não descobri), de ver o prazo diminuindo e não fazer nada a respeito. Mais: sentir um certo prazerzinho em ver o grau de dificuldade aumentar a cada minuto que ele passa fazendo qualquer outra coisa que não o trabalho chato que deveria fazer.
A procrastinação é uma parenta em segundo grau do masoquismo porque você sabe que quanto mais procrastinar, mais vai se ferrar "dicumforça" bem gostoso ali na frente, mas quanto mais se procrastina, mais se quer procrastinar.
Daí chega o dia de entregar os 12 trabalhos de Hércules e você lá, vendo o mesmo filme pela quinta vez ou o programa do Faustão, ou arrumando a gaveta de calcinhas, ou arrancando pêlos inexistentes, ou fazendo buscas insanas no google, ou postando divagações inúteis no orkut. Até que a realidade dá na sua cara e então é aquela descarga de adrenalina que faz a gente suar frio, ter dor de barriga e de cabeça e ânsias de vômito e ficar gritando "não vai dar, não vai dar, eu não consiiiiiiiiigo".
Mas o procrastinador profissional sempre consegue. Só para poder olhar na cara daquele canalha filho de uma puta do prazo e dizer: "ganhei de novo". E para ter a satisfação de saber que fez em um dia (ou uma hora, depende do grau de profissionalismo do procrastinador), o que as pessoas regradas, que se relacionam bem com calendários, levaram semanas para conseguir. Mesmo que ele esteja completamente acabado e cheio de úlceras e se sentindo miseravelmente cansado. A sensação de um procrastinador profissional ao espezinhar o prazo é incomparável!!!!!!!!!
Para quem quer, gosta e/ou está a fim de pagar o preço... Procrastinar é como coçar... é só começar...

quinta-feira, 10 de julho de 2008

Para refletir...


Ter muitos momentos de felicidade é um desafio...
uma conquista...
e não uma obra do acaso!!!!

quarta-feira, 9 de julho de 2008

É isso aí...

É isso aí...
Como a gente achou que ia ser
A vida tão simples é boa
Quase sempre

É isso aí...
Os passos vão pelas ruas
Ninguém reparou na lua
A vida sempre continua
E eu não sei parar de te olhar...
eu não sei parar de te olhar
Não vou parar de te olhar
Eu não me canso de olhar
Não sei parar de te olhar

É isso aí...
Há quem acredite em milagre
Há quem cometa maldade
Há quem não saiba dizer a verdade

É isso aí...
Um vendedor de flores
Ensina o seu filho a escolher seus amores
Eu não sei parar de te olhar
Não sei parar de te olhar
Não vou parar de te olhar
Eu não me canso de olhar
Não vou parar de te olhar...
(Ana Carolina e Seu Jorge)

terça-feira, 8 de julho de 2008

Vivendo...


Era uma vez uma sementinha...encolhida...
Era uma vez um pulsar... uma esperança...
Mais que esperança... um acreditar... aconteceu!

E com o tempo foi acontecendo ...vivendo...
Enquanto o tempo corria... ela voava...
Olhava para baixo feliz... certa de que o certo era voar...

E foi acontecendo até que começou a perceber ,
a sentir o vento mais fraco, cada vez mais...
Sentiu , de repente, a dor da queda...
como dói a queda... sentiu que era o pior...

Grave engano! era só mais uma dor...
O pior de tudo foi quando ela percebeu...
Que mais triste que a queda ...
Era o desespero por não ter aprendido ,
no tempo certo... a andar.
Angela